Follow by Email

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Trilha do Percurso 1 - 6º Ano - Colégio Ibituruna

Fonte: Coleção : Expedições Geográficas - Digital - Melhem Adas e Sérgio Adas

2 comentários:

  1. valeu!assim podemos estudar melhor!!

    ResponderExcluir
  2. Meridiano, em geografia, é a linha imaginária que resulta de um corte efectuado num modelo geométrico da Terra por um plano que contém o seu centro. Quando esse modelo é uma esfera, o meridiano é uma semi-circunferência (180º graus); quando é um elipsóide de revolução, é uma semielipse. Em ambos os casos, o meridiano contém os pólos e é perpendicular a todos os paralelos e ao equador.
    Ao conjunto de dois meridianos opostos, formando uma circunferência ou uma elipse, conforme o caso, chama-se círculo meridiano. Cada círculo meridiano contém, portanto, um meridiano e o respectivo antimeridiano ou meridiano contrário. Em cada meridiano, a longitude é constante. A posição sobre um determinado meridiano é dada pela latitude.
    Meridiano internacional é aquele que é utilizado, por convenção internacional, como origem para a contagem das longitudes. É, desde, 1884, o meridiano que passa pelo Observatório de Greenwich, Inglaterra. Sobre o meridiano que passa por Greenwich, a longitude é igual a zero, contando-se para Leste (positiva) e para Oeste deste (negativa). Sobre o antimeridiano de Greenwich, também conhecido por Linha Internacional de Mudança de Data, a longitude é igual a 180º.

    ResponderExcluir