Follow by Email

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Trinidad e Tobago

Trindade e Tobago situa-se na região sul do Mar das Caraíbas, ao largo da costa nordeste da Venezuela. O país conta com uma área de 5128 Km2 e uma população estimada em cerca de 1,3 milhões de habitantes. A capital é Port of Spain, localizada na ilha de Trindade.
Trindade e Tobago é uma República, com sistema de governo parlamentar. O Chefe de Estado é o Presidente da República, eleito por um colégio eleitoral, e o Chefe de Governo é o Primeiro-ministro resultante das eleições legislativas, realizadas a cada cinco anos. A economia do país, baseada no petróleo, abarca essencialmente a extração mineral, a agricultura, a indústria, o turismo e os serviços.

Trindade e Tobago goza de um clima quente durante todo o ano, com temperaturas médias diurnas que rondam os 28ºC graus. A época seca decorre entre janeiro e maio e a época de chuvas entre junho e dezembro. Dada a sua localização, o país tende a não ser afetado pelas tempestades que atravessam as Caraíbas.

A língua oficial de Trindade e Tobago é o inglês.

A moeda local é o dólar de Trindade e Tobago. Os dólares americanos são aceites em vários estabelecimentos. Os traveller's cheques e os cartões de crédito internacionais são aceites na maioria dos hotéis, restaurantes e lojas. Há caixas automáticas disponíveis no aeroporto e nas cidades.

Os cidadãos portugueses não necessitam de visto para entrar em Trindade e Tobago, desde que a sua estada não exceda 90 dias. Os viajantes devem apresentar um passaporte válido por um mínimo de três meses além da estadia prevista, bem como um bilhete de saída do país.

A taxa de criminalidade tem vindo a aumentar, tanto em Trindade como em Tobago. Determinadas zonas no leste da cidade de Port of Spain têm sido particularmente afetadas pela violência associada a grupos criminosos, tais como as urbanizações de Laventille e Morvant. No entanto, há registo da ocorrência de crimes violentos e assaltos também em zonas turísticas (como por exemplo, Fort George, La Brea, Las Cuevas) e de lazer. Recomenda-se vivamente que sejam tomadas medidas preventivas, tais como:
-       evitar áreas isoladas, incluindo praias;
-       evitar caminhar sozinho à noite;
-       não transportar grandes quantias de dinheiro e não exibir joias ou outros objetos de valor;
-       manter uma postura discreta na utilização de caixas automáticas, evitando fazê-lo em zonas pouco iluminadas ou isoladas;
-       guardar os objetos de valor e documentos de viagem em cofres, sempre que possível;
-       manter as portas do quarto sempre trancadas;
-       utilizar apenas táxis devidamente registados e identificados;
-       adotar um comportamento responsável, respeitando leis e costumes locais;
-       no caso de ser confrontado com uma tentativa de roubo, não oferecer resistência.

Ambas as ilhas oferecem variadas opções de alojamento, de diferentes categorias e preços. O período de dezembro a abril é geralmente considerado como época alta do turismo. O país tem uma grande afluência turística na época do Carnaval, pelo que se recomenda reserva de alojamento com bastante antecedência.
Os hotéis e restaurantes aplicam habitualmente uma taxa de serviço de 10%, a acrescer ao imposto governamental de cerca de 15% (geralmente incluído nos preços).

A posse ou consumo de droga são severamente punidos por lei. Recomenda-se:
- nunca aceitar pedidos de transporte de bagagem de porão ou de mão, pertencente a terceiros;
- no check-in verificar se a bagagem despachada é sua propriedade;
- à chegada ao destino verificar se a bagagem foi manuseada e/ou tem sinais de abertura forçada;
- não aceitar pedidos de transporte de dinheiro.
Os viajantes devem respeitar os costumes locais. O vestuário de praia não é adequado para as cidades. O uso de roupas de camuflagem, inclusive por crianças, é considerado um delito.






Fonte: http://www.secomunidades.pt/web/guest/listapaises/TD

Nenhum comentário:

Postar um comentário