Follow by Email

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Região Sudeste

COMIDAS TÍPICAS

No Rio de Janeiro a feijoada criada, na época colonial, pelos negros.

Mergulhada em denso caldo de feijão preto, temperado com alho, folhas de louro e cebola, esconde-se uma fartura de carnes: carne-seca, paio, chouriço, lingüiças variadas, costela, costelinha, toucinho defumado. E, também, partes suculentas de carne bovina, como a alcatra e o peito, acompanhadas de couve desfiada, farofa e laranja picadinha. E, para temperar, um pouco de molho de pimenta. No Rio de Janeiro, como em São Paulo, inúmeros restaurantes oferecem todos os tipos de cozinha.

São Paulo é conhecida como a Capital Gastronômica Mundial devido aos seus inumeros restaurantes de comidas internacionais. Excelentes churrascarias e pizzarias completam os paladares mais exigentes mas São Paulo conserva especialidades próprias, com destaque para a galinha d’Angola à paulista, as empadinhas de Cananéia, o cuscuz paulista e a capivara à caipira.

Já no Espírito Santo, Estado vizinho que integra a Região Sudeste, entregue-se às tortas capixabas, às moquecas de camarão, de peixe, de siri. Tudo rigorosamente acompanhado de pirão.

No Estado de Minas Gerais, que geograficamente integra a Região Sudeste, é fundamental provar três delícias: a galinha ao molho pardo, a leitoa pururuca e o tutu de feijão com torresmo e couve picada. Minas vai além, muito além. Com o feijão tropeiro. o frango com quiabo, o arroz-de-suã e a canjiquinha de milho verde com costela. E nas barrancas do rio São Francisco, também chamado de “Velho Chico”, uma deslumbrante fartura de peixes de pele. Para, depois, virem os doces. Em calda, cristalizados. Tudo acompanhado, à caráter, por um bom bocado de queijo de Minas. Para arrematar, um café mineiro, coado na hora, em coador de pano.

FESTAS POPULARES

 Várias festas populares celebradas no interior do Sudeste são de cunho religioso, como a Festa do Divino, os festejos da Páscoa e os dos santos padroeiros. A congada (que relembra a coroação dos reis do Congo) é um folguedo, trazido pelos escravos, comum aos quatro estados da região, sobretudo no Espírito Santo. A cavalhada destaca-se em Minas Gerais. No Rio de Janeiro, o jongo e o bumba-meu-boi. Há ainda as grandes festas não religiosas, como o Carnaval e a queima de fogos no réveillon do Rio, as festas de peão de boiadeiro de São Paulo, das quais a mais importante é a do peão de Barretos, o Festival de Música de Inverno em Campos do Jordão (SP) e a festa do 12 de Outubro, em Ouro Preto (MG), tradicional comemoração organizada pelas repúblicas de estudantes da cidade, que hospedam turistas de todo o Brasil.

TURISMO

Campeão em número de visitantes e em movimento de turistas, o Rio de Janeiro perde para São Paulo em faturamento, porque o turismo de negócios é maior na capital paulista.
Guarapari e Itaúnas, praias de dunas do município de Conceição da Barra, estão entre as mais freqüentadas do litoral do Espírito Santo. Entre as mais procuradas do Rio estão as de Armação dos Búzios e Cabo Frio. Em São Paulo, as atrações incluem Campos do Jordão, estância de inverno na serra da Mantiqueira, praias do litoral norte, como São Sebastião e Ubatuba, e as reservas ambientais no sul, com praias selvagens e cavernas. Em Minas, cresce o ecoturismo, como no Parque de Ibitipoca e na serra da Canastra, além das cidades históricas do ciclo do ouro. Destacam-se ainda os patrimônios naturais e históricos da humanidade: Ouro Preto (MG), Santuário de Bom Jesus de Matozinhos (MG), Centro Histórico de Diamantina (MG), reservas de mata Atlântica, na costa do descobrimento (ES/BA) e no litoral de São Paulo.

5 comentários:

  1. Olha Qe Legal !! vo usa para fazer as pequisas mandadas por voc Alessandra

    ResponderExcluir
  2. Acabei de entrar no seu blog...=). Li a pesquisa e achei muito interessante sobre as praias e as comidas! - Diego - 6A

    ResponderExcluir
  3. A região Sudeste é a mais desenvolvida do Brasil. Trabalho, beleza, ação, conhecimento, arte, poder, sol, praias, grutas, montanhas, problemas sociais, arquitetura do estilo barroco ao ultra moderno, movimento, culinária globalizada; a face urbana do país, que imigrantes portugueses, italianos, espanhóis, árabes, alemães, orientais, entre outros, ajudaram a construir e misturar.

    Dessa união de povos, ambições, culturas, cores, ideais, peles, cheiros, sentimentos, necessidades; surge a região com a maior população do país, a maior densidade demográfica, a economia mais desenvolvida e industrializada, concentrando, aqui, mais da metade da produção do país.

    Essas características estão concentradas principalmente no estado de São Paulo, e na sua capital de mesmo nome, a maior metrópole da América Latina. Estado agitado, centro de negócios industriais e comerciais, intensa vida cultural e artística, com muitos shopping centers e especialidades culinárias do mundo todo em seus restaurantes.

    Também no Sudeste temos o Portal turístico do Brasil, o estado do Rio de Janeiro e sua capital do mesmo nome, conhecida como "cidade maravilhosa", com uma natureza exuberante contrastando com modernos edifícios e favelas. No Rio acontece o carnaval mais famoso do mundo, com seus desfiles de escolas de samba.

    As lindas praias de Angra dos Reis, Cabo Frio, Búzios, a cidade histórica de Parati, a cidade imperial de Petrópolis, nas montanhas, e uma excelente estrutura hoteleira está preparada para receber turistas de todo o mundo.

    No estado do Espírito Santo, com um cenário natural de rara beleza, temos praias repletas de palmeiras, dunas de areias monazíticas e clima tropical o ano inteiro.

    Aqui, imigrantes suíços e holandeses deixaram especialmente suas raízes tanto na cultura como nas características físicas.
    Já no estado de Minas Gerais a paisagem é de montanhas, vales e grutas e um conjunto arquitetônico em estilo barroco do séc. XVIII. Rica em recursos minerais, ferro, bauxita, ouro, diamantes, pedras semipreciosas, histórias políticas, romances famosos e misticismo.

    O artesanato é diversificado com grande quantidade de peças em pedra sabão e ferro.
    A culinária, bem regional, é conhecida pela fartura de carnes. São lingüiças, lombo, costelinhas e torresmo de porco, frango, acompanhado com feijão tropeiro, couve e farofa. O queijo Minas está sempre presente, seja no famoso pão de queijo, consumido a toda hora com café ou acompanhando as deliciosas compotas de frutas naturais.

    ResponderExcluir
  4. Achei muito interessante a pesquisa das comidas típicas do Sudeste. E, particularmente falando, a comida mineira é a melhor!!

    ResponderExcluir
  5. Achei muito informativo ! Vou usar para fazer o cartaz ! Obrigada Alessandra ! s2'

    ResponderExcluir